• Carpes

É melhor ninguém te conhecer, do que te conhecer pelo motivo errado…



Domingo (15/07) nos reserva a grande final da Copa do Mundo FIFA Rússia 2018, e para surpresa de todos, com França e Croácia na disputa pelo troféu. Agora, uma coisa foi pior que o Brasil não ganhar o hexa novamente: a #NeymarChallenge.


Neymar está viralizado nas redes sociais devido ao seu comportamento repetido de quedas dissimuladas e teatrais. Paródias de pessoas rolando no chão, multidões se atirando ao ouvir o nome Neymar, memes e gifs animados onde o craque rola no chão infinitamente caem em nossas timelines mesmo sem a seleção canarinho entrar em campo. E falando nisso, até o Canarinho Pistola, que estava fazendo sucesso e sambando na internet, caiu de popularidade depois de tanta piada com o camisa dez.


O que condenou a imagem do jogador, pode afetar também empresas e marcas. Isso porque imagem se constrói a partir de um posicionamento e um comportamento, que deve ser muito bem pensado, muito bem planejado e muito bem executado.


A #NeymarChallenge é um exemplo do que sempre falamos aqui na Carpes e que intitula este post. Não expor sua marca é melhor do que comunicar da maneira errada. Quantas marcas que gostamos, de certa forma, paramos de consumir depois de uma comunicação, posicionamento ou promoções equivocadas?


Nossa imagem é muito importante. Quem não lembra por exemplo da “Comprou, Consertou e Estragou”, “Começou Comprando Errado”, “Caixinha Cheia de Encrenca”, “Cemitério de Componentes Eletrônicos”, “Continuei Comprando Errado”, “Comprei Coisa Estragada”, “Confesso, Comprei Errado” ou o slogan pejorativo mais famoso de todos os tempos: “Conserta, Conserta, Estraga”?


É mais fácil começar um trabalho de comunicação através de uma gestão de marca do que depois de uma crise. Afinal, estamos lidando com reputação, psicológico e financeiro. E mais, assim como o namorado da Marquezine, considerado uma das estrelas do futebol mundial, suas habilidades não bastaram para superar a crise e a chacota. Uma mudança de imagem não acontece de um dia para o outro e qualquer deslize pode refrescar a memória para os erros do passado.


Mas nem tudo está perdido. Para recuperar sua reputação o Neymar vai precisar de três passos: humildade para enxergar seus erros, dedicação e vontade de mudar o quadro e por último, paciência aliada ao tempo para que os fãs percebam a diferença. Geralmente, após grandes adversidades, especialistas em gestão de crises atestam em torno de 6 meses até um ano para que a nova percepção seja assimilada e absorvida.


Mesmo que as atitudes fiquem na memória da torcida, se suas novas ações refletirem uma mudança e maturidade, o ponta-esquerda do Paris Saint-Germain será reconhecido como um novo Neymar.



Byron Andrew

Sócio da Carpes


Carpes

Design e Gestão de Marcas

O melhor é possível

0 visualização
Design e gestão de marcas

O melhor é possível

ola@carpesdesign.com | 51 3907 8400

  • Facebook Carpes
  • Instagram Carpes
  • LinkedIn Carpes
  • Behance Carpes